CADÚnico: O que é? O que preciso para me inscrever?

O Cadastro Único, ou CadUnico (cadunico sistema integrado de segurança), é um registro criado pelo Governo Federal para saber melhor sobre quem são e como vivem as famílias brasileiras de baixa renda.

Ao se inscrever no Cadastro Único, uma família ou individuo pode tentar participar de diferentes programas sociais, como o Tarifa Social de Energia Elétrica ,Bolsa Família, Telefone Popular entre outros.

Mas é preciso saber que estar cadastrado no Cadastro Único não significa a entrada automática nesses programas, pois cada um deles possui seus critérios e suas regras. Veja abaixo mais informações sobre o Cad ÚNICO, o que ele é, e o que é preciso para se inscrever.

O que é o Cad ÚNICO?

O Cadastro Único, ou CadÚnico para Programas Sociais do Governo Federal, é um cadastro que identifica e caracteriza as famílias brasileiras de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor sobre a realidade socioeconômica dessas pessoas.

Neste cadastro são registradas informações pessoais da família ou indivíduo como: características da residência

  • Identificação De Cada Pessoa
  • Nível De Escolaridade
  • Situação De Trabalho
  • Renda

Foi a partir de 2003, que o Cad UNICO se tornou o principal e mais importante instrumento do governo brasileiro para a inclusão e seleção de famílias de baixa renda nos mais diversos programas federais, sendo usado obrigatoriamente para a concessão de benefícios como o :

  • Programa Bolsa Família
  • Tarifa Social De Energia Elétrica
  • Programa Minha Casa Minha Vida
  • Bolsa Verde
  • Entre Outros

Também, ele pode ser utilizado para a seleção de benefícios de programas de governos estaduais e municipais, sendo por isso, que é a principal porta de entrada para as famílias acessarem diversas políticas públicas.

A execução do Cadastro Único é de responsabilidade do governo federal e dos estados, municípios e do Distrito Federal.

Em nível federal, o Cad ÚNICO é gerido pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), e a Caixa Econômica Federal é o agente operador que mantém e alimenta financeiramente o Sistema de Cadastro Único.

O que preciso para me inscrever no CAD ÚNICO?

O município onde você mora sempre promove visitas domiciliares às famílias de baixa renda periodicamente para efetuar o cadastramento no Cad ÚNICO.

Mas se você ou sua família se enquadram nos requisitos para fazer parte do programa e ainda não estão cadastrados, procure um CRAS – Centro de Referência em Assistência Social do seu município para solicitar o seu cadastramento.

Para que o cadastramento possa ser feito, é importante:

  • Ter uma pessoa responsável pela família, de pelo menos 16, para responder às perguntas do cadastro. Essa pessoa deve fazer parte da família.
  • Para o responsável pela família, de preferência que seja uma mulher, será preciso apresentar o CPF ou Título de Eleitor.
  • Exceção: Caso responsáveis por famílias indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos listados abaixo.
  • Apresentar pelo menos um documento de todas os membros da família:
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
  • Carteira de Trabalho; ou
  • Título de Eleitor.

Também, será preciso levar um comprovante de endereço, que pode ser uma conta de água ou luz.

Após o cadastramento, é importante manter os dados sempre atualizados, e sempre que mudar algo na família, como nascimento de um filho, por exemplo, o responsável familiar deve procurar o CRAS para fazer a atualização dos dados familiar.?

Essas são algumas das principais informações que você deve saber sobre o Cad ÚNICO, mas de modo geral, ele é um sistema criado para facilitar a participação em programas e projetos sociais.