Qual médico é responsável por tratar disfunção erétil?

power blue

A disfunção erétil é uma doença que afeta cerca de metade da população masculina brasileira, mas que não é muito comentada em decorrência de toda a vergonha e tabu que se tem em cima da mesma.

Mesmo não sendo muito divulgada, esta é uma doença que afeta muito a vida dos homens, fazendo com que estes não consigam ter relações sexuais satisfatória, o que acaba afetando a sua autoestima e psicológico.

Assim como qualquer doença, ao primeiro sinal da mesma é preciso procurar ajuda médica, mas por conta da ignorância que se tem sobre a disfunção erétil, muitos homens nem ao menos sabem a qual especialistas recorrem.

Por isso, hoje explicaremos qual o médico que trata a disfunção erétil, e quais outros profissionais podem ser consultados no caso da doença.

Qual médico consultar?

De modo geral, o diagnóstico da disfunção erétil pode ser feito pelo próprio homem no momento que este perceber que o fenômeno vem acontecendo durante diversas relações sexuais, e de forma frequente.

Mas, o autodiagnostico não possibilita ao homem saber a causa exata do problema e por isso é preciso procurar um clínico geral ou um urologista para um diagnóstico mais preciso.

O médico irá fazer perguntas sobre a vida sexual e saúde do homem, e se baseando nas respostas poderá identificar as doenças subjacentes e fatores de risco e que podem estar causando este problema.

Realização da avaliação física

Quando consultado o urologista, em um primeiro momento ele pode querer avaliar o pênis na busca de sinais que podem indicar uma ou mais causas para a disfunção erétil.

Será com essa avaliação, que se tornara possível identificar problemas mais graves, como doença de Peyronie, hiperprolactinemia ou hipogonadismo, entre outras doenças.

Realização de uma avaliação psicológica

power blue

Muitas vezes o urologista ou clínico geral pode chegar ao diagnóstico que as causas da disfunção erétil não é física, mas sim psicológica.

Neste caso, será preciso procurar um terapeuta ou psicólogo especializado em sexologia, e ser submetido a uma avaliação psicológica.

Junto a algum desses especialistas, será possível identificar se há algum transtorno mental, ou se há situações da vida do paciente que podem estar atrapalhar a sua ereção.

Suplementos para disfunção erétil

Quando é atendido por um especialista de saúde, o homem muitas vezes recebe indicações de medicamentos para tratar o problema. No entanto, não são todas as pessoas que podem fazer uso desses medicamentos, uma vez que eles apresentam efeitos colaterais.

Uma alternativa a esses produtos tradicionais são as cápsulas. Elas possuem componentes naturais e preservam o organismo de dores indesejáveis. Um dos suplementos mais conhecidos é o power blue, que você pode conferir no vídeo abaixo.

Outros exames que podem ser realizados

Também, seu médico como forma de diagnosticar a causa do problema, pode solicitar exames de sangue e urina para saber se há ou não problemas como:

  • Colesterol alto
  • Altos níveis de glicose na corrente sanguínea
  • Baixos níveis de testosterona

Além desses problemas, com um exame de sangue também será possível descobrir se há alguma alteração hormonal que pode estar relacionado com a disfunção erétil, entre outros problemas.

Mas, o mais importante em caso da suspeita do problema, é sempre preciso procurar um médico especialista, e nunca fazer a automedicação, já que os efeitos de doses e medicações errados além de agravarem o caso pode trazer outra série de problemas a vida do paciente.

Saiba que a disfunção erétil tem cura, e atualmente já existem diversos tratamentos para as mais variadas causas de impotência e, mesmo que algumas condições não possam ser curadas, muitas podem ser controladas e amenizadas, restaurando a possibilidade de se ter uma ereção.